Conselho e entidades da Psicologia se reúnem com prefeito de Campo Grande para discutir pautas da categoria | Conselho Regional de Psicologia CRP14/MS
Receba nossas informações
  ENVIAR
HOME > COMUNICAÇÃO > NOTÍCIAS > Conselho e entidades da Psicologia se reúnem com prefeito de Campo Grande para discutir pautas da categoria
26/11/2019 | 17h:53

Conselho e entidades da Psicologia se reúnem com prefeito de Campo Grande para discutir pautas da categoria

Em uma ação coletiva, o Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso do Sul (CRP14/MS), em parceira com o Sindicato dos Psicólogos de Mato Grosso do Sul (SINPSI-MS), Sindicato dos Servidores Campo Grande, Fórum Municipal de Trabalhadores da Saúde (FOMTS) e Fórum Municipal de Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (FMTSUAS), esteve presente em uma reunião com o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad.

O objetivo da reunião foi debater algumas pautas relevantes para a categoria, tais como: redução da jornada de trabalho, 30h em lei para psicólogos, e a melhor inserção dos profissionais nas políticas públicas da saúde, assistência social entre outros assuntos.

Em uma grande articulação, de acordo com o conselheiro vice-presidente do CRP14/MS, Walkes Vargas, as entidades de Psicologia e os fóruns de trabalhadores demonstraram unidade. “Nós manifestamos ao prefeito a nossa preocupação com a política de assistência social, com a atenção primária à saúde e, principalmente o nosso desejo de garantir as jornadas de 30h semanais em lei para as psicólogas e psicólogos”, comentou.

Walkes ainda explica que as entidades, na ocasião, apresentaram ao prefeito alguns dados sobre a situação das 30h, pois dentro da prefeitura de Campo Grande já existem psicólogos que cumprem essa jornada. “Mostramos que nos espaços onde os colegas trabalham 30h, a produtividade não diminuiu. Na verdade, a redução da jornada contribuiu para o aumento de atendimentos e na qualidade dos serviços”, concluiu.  

Durante a reunião o prefeito Marquinhos Trad explicou que apoia a redução de jornada, porém existe uma situação jurídica que precisa ser resolvida. Ele disse que será montada uma comissão administrativa para analisar tanto a viabilidade, quanto a execução jurídica do projeto.

Também participou da reunião o vereador de Campo Grande, Ayrton Araújo.

Tag3 - Desenvolvimento Digital